sábado, 12 de setembro de 2015

Contrato em Pasadena rendeu propina à campanha de Lula em 2006, diz Cerveró.

Nacional

RealCedulasCorrupcaoArteUOL

      Em proposta de delação premiada entregue a procuradores que atuam na Lava Jato, o ex-diretor Internacional da Petrobras Nestor Cerveró revelou: em troca de um contrato estimado em R$ 4 bilhões para modernizar a refinaria de Pasadena, no Texas, a construtora Odebrecht se dispôs a adiantar uma propina de R$ 4 milhões à campanha presidencial de Lula, em 2006. 

Cerveró se oferece para detalhar essa e muitas outras transgressões, informa a revista Época..

Cerveró cita três políticos como beneficiários de propinas: o petista Delcídio Amaral (MS), o petebista Fernando Collor e os peemedebistas Renan Calheiros (AL) e Jader Barbalho (PA). 

Menciona também reunião que teve com o vice-presidente Michel Temer para queixar-se de achaque que vinha recebendo de deputados do PMDB.

Josias de Souza 

Carlos Dantas informatica

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Locais de prova do Enem poderão ser consultados a partir de hoje.

    A partir das 10h de hoje (21), os candidatos que vão fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste ano poderão consultar o...