quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Descubra se você usa o papel higiênico de forma correta.


    O uso do papel higiênico se faz necessário sempre que vamos ao banheiro. 

Porém, às vezes o uso de forma errada e até o tipo do papel podem trazer danos à nossa saúde.

Por outro lado, quem utiliza o produto de forma correta consegue evitar a proliferação de bactérias, o surgimento de machucados e, ainda, previne possíveis lesões. Confira as dicas!


A escolha do papel higiênico   


De acordo com especialistas, o mais indicado é o papel higiênico branco e sem perfume. 

Os produtos coloridos e perfumados são tratados quimicamente. Por conta disso, podem provocar irritação e alergia nas pessoas mais sensíveis.

O surgimento de fissuras externas, ardor e dor, ocasionadas pela coceira, também pode ocorrer. 

Além disso, as versões mais ásperas podem machucar, favorecendo a entrada de microorganismos causadores de corrimentos.


Higienização


Após fazer xixi, a mulher pode usar apenas o papel higiênico para se secar. 

A forma correta de uso é passá-lo no sentido da vagina até o ânus, para não haver contaminação ocasionada pelas bactérias provenientes do intestino.


    Os profissionais explicam que ao usar o papel de frente para trás evita-se que os germes presentes nas fezes entrem em contato com a uretra, causando infecção do trato urinário.


Já ao limpar o ânus após defecar, o mais indicado é fazer a higienização com água corrente. 

Para isso, use a ducha higiênica. Caso não seja possível, faça a limpeza com papel higiênico suave, de frente para trás.

Outro cuidado que deve ser tomado é não pressionar demais ou esfregar com força a região, para não provocar pequenas escoriações na região que possam sofrer complicações.

Contato com o vaso sanitário


Desde criança, a mulher aprende por intermédio da mãe a forrar o vaso sanitário de banheiros públicos, antes de usá-lo, com papel higiênico acreditando que irá protegê-la de contaminação.

Entretanto, de acordo com especialistas as chances de contaminação seriam mínimas. 

Não pela ausência de bactérias, mas de uma porta de entrada no corpo da mulher. 

Assim, pressupõe-se que o melhor é evitar escoriações causadas pelo uso errôneo do papel higiênico.


Fonte:  Espelho Meu

Rede Unilar / Hs Moveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

JBS retoma produção de carne bovina em sete frigoríficos em Mato Grosso do Sul.

 A JBS informou hoje (22) que vai retomar as atividades em sete frigoríficos de bovinos em Mato Grosso do Sul.  A empresa havia s...