sábado, 2 de julho de 2016

PSDB trabalhará para aprovar fim da obrigatoriedade da contribuição sindical Nacional.



  A coluna Radar da Veja destaca, nesta quinta-feira, que o PSDB vai trabalhar para aprovar na Câmara um projeto do deputado Paulo Martins que acaba com a obrigatoriedade da contribuição sindical, um imposto anual que financia as entidades sindicais.

Segundo argumentou o deputado autor do projeto, cabe ao trabalhador decidir se quer ou não contribuir, visto que nem sempre os sindicatos e as centrais estão de acordo com as convicções de quem acaba dando seu próprio salário para financiar manifestações políticas.


A aprovação desta matéria será a segunda medida de corte de repasses às entidades sindicais. 

A primeira já foi tomada pelo presidente Michel Temer (PMDB), que, ao assumir, cortou os repasses da União à Central Única dos Trabalhadores (CUT), à União Nacional dos Estudantes (UNE) e demais organizações que usaram suas estruturas para defender o mandato da presidente Dilma Rousseff (PT).

postado por cicero luis


RESTAURANTE SERTANEJO


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Eduardo Bolsonaro: ‘Se vagabundo tentar tomar minha arma, meto bala’.

  O deputado Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) causou polêmica no plenário da Câmara nesta quarta-feira (16), durante debate sobre porte ...