quarta-feira, 26 de abril de 2017

Em entrevista ao SBT, Lula confirma que será candidato à Presidência em 2018.

O ex-presidente concedeu entrevista exclusiva ao SBT nesta quarta-feira (26).

  Em entrevista exclusiva ao jornalista Kennedy Alencar, o ex-presidente Lula assumiu que quer ser candidato à Presidência da República em 2018. 'Eu agora quero ser candidato. 

As pessoas sabem que eu sei, sabem que eu já fiz e sabem que eu posso consertar esse país', afirmou.

Lula também falou sobre a expectativa para seu depoimento ao juiz Sérgio Moro, marcado para o dia 10 de maio. 

Durante a semana, Moro afirmou que pode rever a decisão de exigir a presença do ex-presidente nas audiências das 87 testemunhas arroladas no processo em que ele é réu desde que a defesa também reconsidere o número de testemunhas. 

'Se for necessário, eu mudo para Curitiba e fico lá o tempo necessário para esperar o julgamento. 

A gente não vai abrir mão de uma testemunha que nós consideramos importante para esclarecer a opinião pública', afirmou Lula.

Durante a entrevista, o ex-presidente falou sobre a necessidade da Lava Jato para combater a corrupção, mas disse que não concorda com o método de trabalho do juiz Sérgio Moro, que, segundo Lula, informa primeiro para a imprensa e depois para os advogados de defesa. 

'Eu acho que se um juiz precisa que a imprensa condene as pessoas publicamente para poder ter razão, nós precisamos repensar o papel do Poder Judiciário', disse o ex-presidente. 

Ainda sobre a Lava Jato, Lula comparou a operação a um show de pirotecnia e reafirmou que 'eles' ficaram reféns dos meios de comunicação para obter sucesso.

As polêmicas reformas trabalhista e da Previdência também foram tema da entrevista. 

A reforma trabalhista que eles estão fazendo, na verdade, é rasgar a CLT. É acabar com a Justiça do Trabalho, para que o trabalhador fique refém do empresário', afirmou o ex-presidente. 

Já sobre a Previdência, Lula classificou a reforma como um 'absurdo'.

Ao ser perguntado sobre o triplex em Guarujá, no litoral paulista, e sobre o sítio em Atibaia, no interior de São Paulo, Lula disse que não é dono de nenhuma das propriedades e completou: 'O Ministério Público começou mentindo e continua mentindo'.

Já no fim da conversa com Kennedy Alencar, o ex-presidente se emocionou ao falar sobre a ex-mulher Marisa Letícia, que morreu em fevereiro deste ano. 

'O tempo vai se encarregar de fazer com que a gente supere isso, mas é uma experiência muito ruim que eu não desejo para ninguém. 

É muito desagradável', disse Lula, que conviveu com a ex-primeira-dama por 43 anos.

postado por cicero luis

PROMOÇÃO SUA MÃE MERECE O MELHOR.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Pato de 5 metros volta à fachada da Fiesp em ato contra o aumento de impostos.

  O pato amarelo de cinco metros voltou à fachada da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) na madrugada desta se...